22.10.16

Benditos e Malditos

22.10.16

Bendito seja pelos sentimentos de compaixão, fonte do perdão.
Maldita sejam as línguas traiçoeiras, pelos detalhes maledicentes.
Bendito seja pelos sentimentos de oração.
Maldito seja toda a inveja, que planta o rancor no coração da humanidade.
Bendito seja pela vida da Juventude que sonha com a civilização do amor.
Maldito sejam os sinais de morte por impedir a vida acontecer.
Bendito seja a partilha do pão.
Maldito seja todo acúmulo, que justifica na fome de milhões de pessoas.
Bendito seja o silêncio da meditação.
Maldito seja o comodismo.
Bendito seja a diversidade.
Maldito seja a incapacidade de aceitar o plural como uma dádiva singular.
Bendito sejam os que “ousam sonhar e constroem um Brasil popular”.
Maldito sejam os que proclamam vingança, pelo sabor azedo que carrega dentro de si.
Bendito sejam os que saem por aí, respirando o perfume das flores, espalhando amor.
Maldito seja qualquer forma de indelicadeza, fruto da acidez das nossas atitudes.
Bendito sejam os que veem o Cristo na face do próximo e que descobrem a si mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre notas de rodapé - 2017

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©