28.9.16

Luto

28.9.16



Você fez esta festa. 

Preocupou-se em me convidar. 
Considero ser esta imensa gentileza.
Porém, nesta festa, enquanto muitos riem, 
Estou de luto. 
Sinto que morreu de mim um amor
Que avassalador me consumiu por muito tempo. 
Estou aqui, em sua festa, a velá-lo. 
Vá, se dirija aos demais convidados, 
Ofereça-lhes atenção. 
Comigo não se importe.
Estou tão bem! 
Minha alma enlutada, luta.
Luta para que este amor não escute falar em ressurreição. 
Esta esperança não quero dar-lhe. 
Quero aqui dele me despedir e aqui mesmo enterrá-lo.
Depois retornarei para casa.
De luto, é claro, porém feliz. 
Pode ser que na próxima festa que promoverdes eu esteja pra festa. 
Acontece que das coisas do amanhã não me ocupo. 
Por isso, só te dou o que agora tenho: luto.



Rubens Chaves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre notas de rodapé - 2017

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©