11.3.15

#MeuNomeÉMiguel

11.3.15

Escolher esse nome para me representar foi um encontro comigo mesmo. Não o relacionem - por favor! - à numerologia, à pseudônimo, aos astros e muito menos aos arcanjos. 
Miguel torna-se, de agora em diante, personagem de histórias que vem sendo escritas e vividas. Ele transpassa as linhas deste caderno. Deixa de ser ficção e torna-se realidade. Como qualquer personagem, ele é extensão minha, daquilo vou sendo e desejo ser. 
Meu nome poderia ser João, Pedro, Diego, Felipe, Oscar ou Raimundo. Mas escolhi um nome singular - com três vogais e três consoantes - que carrega consigo um grande sonho.






Prazer,


meu nome é Miguel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre notas de rodapé - 2017

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©