13.11.14

Minha Brasilidade

13.11.14

O sol amazônida desperta a minha pátria
O verde e o amarelo colorem
A vida de um povo aguerrido.
Brava gente de garra e fé
Que supera os desafios
O meu povo tem gana
Para ser vencedor.
A miscigenação do branco, do índio e do negro
Nas crenças, nas lendas e danças
É presença nas festas
Do nosso folclore brasileiro.
O meu Brasil
Não é feito só de samba e futebol,
Tem o dois pra lá, dois pra cá do boi-bumbá,
O gingado do maracatu,
O compasso da chula,
Os rodopios do frevo,
As poesias de cordel
E a catira no ritmo da viola
Pra gente brincar.
A brasilidade pulsa
No meu coração
Essa é a minha identidade
Que me faz ser
Um brasileiro cheio de retalhos.
Retalhos dos brasis
Que há dentro de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre notas de rodapé - 2017

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©