30.11.13

Recordação

30.11.13
Recordo-me nesta folha branca
De um menino que corria
Pela Rua Santos Dumont…
Ele corria como um vento solto
Na relva verde
Soltava pipa
E vivia a sua infância com pura liberdade.
Ele adorava ouvir as histórias do seu avô
Sobre os seringais,
As lendas do boto,
Daquilo que fazia parte da vida amazônica…
Era bonito de ver o brilho que havia em seus olhos
O vigor que tinha no seu sorriso.
Cresceu e sonhou.
Despediu-se de sua terra
Da sua gente…
E atreveu-se a caminhar pelas terras desse Brasil.
Por causa dessa ousadia,
Conheceu outros lugares,
Outras tantas pessoas,
Viveu tantas emoções
Tantas dores, tantos amores…
E hoje,
Continua a sonhar
Não deixando cair a esperança.
Cultivando e cuidando
Do eterno menino- moleque
Que habita
Neste coração amazônida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre notas de rodapé - 2017

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©