23.10.13

Inquieto

23.10.13
Deitei-me em minha cama, como faço costumeiramente. Mas havia algo de diferente naquela noite. Um silêncio singular habitava em ser e tomava conta do meu quarto. Os pensamentos soltos, cheios de inquietações e indagações fluíam em minha mente e levavam-me aos mais distantes e improváveis lugares. O silêncio que estava ali presente gritava alto. Era realmente algo que nunca havia sentido. E que me afetava de uma forma singela e encantadora. A única coisa que queria, era que aquele “novo”, que agora me tomava por inteiro, passasse a fazer parte da minha vida, mostrando-me os labirintos ocultos do meu ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre notas de rodapé - 2017

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©