2.9.13

Sagrado

2.9.13
Eu penso naquilo que é Sagrado e que me aproxima de Deus: o amor incondicional das mães, o sorriso da criança. É Sagrado, o desabrochar das flores, a aceitação da diversidade, o índio que aclama a Pachamama, o casal apaixonado, o abraço aconchegante. É Sagrado o caboclo que afaga o rio com o remo, o encontro dos amigos, as marcas do tempo eternizadas em nosso corpo. Isso são exemplos do Sagrado. O Profano é o ódio que permanece nos corações e impede a construção da civilização do amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre notas de rodapé - 2017

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©